Minha querida sobrinha Ana Clara!

Ana Clara nasceu no dia 16/07/2016,ás 12:06pm…. Meu mundo parou quando eu soube da sua existência na terra… A minha vida inteira se concentrou nessa vida que viria… Nasceu uma criança aparentemente saudável,sem proplemas de saúde ou qualquer coisa que fosse motivo de preocupação pra medicina. Mas com três meses,teve uma bronquiolite e foi parar na UTI… O primeiro diagnóstico foi asma,que resultou com um medicamento errado que piorou gradualmente a sua situação… Depois descobriram o verdadeiro problema: a aorta da nossa menina estava toda em pedaços, e o que parecia uma cirurgia pequena pra reparar esse problema, se tornou uma coisa grande após ela pegar uma infecção e ter duas paradas cardíacas…
Esperei agonizantes 16 dias pra criar coragem de vê-la na UTI… E sinceramente? Me arrependo profundamente… Ver a minha menina naquele estado me deixou completamente acabada e sem esperança… Uma semana antes da semana da sua ida, seus rins pararam de funcionar… Ela estava fraca e era considerada paciente terminal pra os médicos… Decidiram mesmo assim fazer a famosa diálise, mas ela não respondeu…
No dia 15/12 eles decretaram que não tinha mais o que ser feito, e aconselharam a despedida… 16/12 ela reagiu a todos os medicamentos, e naquele dia completou o seu 5° mês de vida… E no dia 17/12…. Ah nesse dia o meu mundo perdeu todo o sentido que tinha, meu coração parou de bater,e eu não conseguia respirar sozinha…. A minha Ana tinha ido, minha bebê, a minha vida, o meu amor tinha ido… Até hoje,encarar a realidade é difícil, tentar uma vida sem a minha menina é uma das piores coisas que enfrento dia e noite…
Ela nos ensinou muito! O seu velório foi lindo, as pessoas chegavam perto de seu pequeno caixão e beijavam a sua cabecinha cheirosa… Diziam aquele sinto muito, que até que confortava um pouco… Eu te via deitada ali e queria te pegar no colo e te levar pro mais longe possível de tudo… Por que foi essa a minha promessa: te protejer de tudo que te fizesse mal, e eu não consegui… No seu enterro, a despedida foi a pior dor do mundo, por que até tal momento, você ainda estava ali e você ainda era minha… Eu não aguentei, desmaiei de tanta dor! Quando acordei, tinha tanta terra embaixo de você, que mais uma vez vi meu mundo parar…
Eu me besliscava, me batia,puxava os meus cabelos… Eu precisava botar aquela dor insuportável pra fora… Eu tinha medo de não conseguir sem você meu amor! Mas aqui estou eu, escrevendo sobre o meu grande amor por você e sem chorar – isso é bom {rsrs}…. Após um mês,tudo começa a se acalmar,mas o desespero ainda bate,e quando ele vem,tudo o que eu quero é morrer… Por que doi tanto, mais tanto que é difícil de compreender… A imagem da sua mãe parada em frente ao seu túmulo nunca sairá de minha cabeça!
Você é eterna,minha doce Ana… Você é a nossa estrela guia,e o enterno amor de nossas vidas❤
 Com todo o meu amor,entrego esse texto pra vocês❤
Escritora e tia da menina mais linda do mundo, Lara💖
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s