Minha pequena, minha CLARA VITORIA, q se tornou minha anjinha

Olá, boa noite, mim chamo SIMONE, sou mamãe do DAVID, e meu marido se chama DANIEL. Em agosto de 2016, eu e meu marido decidimos engravidar. Em setembro antes mesmo do atraso menstrual, sentia meu corpo diferente, e tinha certeza q estava gravida, e resolvi fazer um teste de farmácia, e foi desapontada com um triste negativo, mas não desisti, acreditava eu, q não tinha dado tempo de se mostrar positivo, e com com 1 semana depois resolvi fazer mais um teste, só q agora, o de sangue, o BETA HCG, e assim fiz, ao receber o resultado, o abri com tanto medo de ser desapontada novamente, mas não, vi aquele tão sonhado e esperado POSITIVO, naquele momento fiquei tão feliz q não conseguir controlar as lagrimas q caiam em meu rosto. Saindo do laboratório, fui imediatamente para casa para da a notícia ao meu marido, ao fazer isso, ele ficou tão feliz q não conteve as lagrimas.
   Com 6 semanas de gestação iniciei meu pré-natal, quero fazer td certinho, para não ter nenhum problema durante a gestação, mas para minha surpresa , ao verificar minha PA, ela estava alta, fiquei um pouco assustada, mas não liguei muito. Pois nunca tive problemas de pressão alta, ao contrario, ela sempre foi baixa. Mas enfim, o medico pediu para q eu fizesse o controle da PA durante 8 dias, Para vê se ela iria normalizar. Ao voltar ao medico com 8 dias, ao mostrar o controle q fiz, a PA, continuava alta, então ele solicitou q eu tomasse um medicamento 1x ao dia, para vê se controlava, e pediu q eu continuasse verificando a PA, para vê se ia baixar.
    Ao voltar para mais uma consulta, ao verificar a PA, continuava alta, não muito, mais para uma gestante poderia ser perigoso, então ele pediu q eu tomasse o medicamento 2x ao dia.
    Com a PA ainda alta, mesmo tomando o medicamento 2x ao dia, resolvi conversar com uma velha amiga minha, q por sinal é sobrinha do meu esposo, e a mesma estudou medicina e estava se especializando em ginecologista obstétrica. E ela mim aconselhou, q eu fizesse meu pré natal de alta risco no hospital q ela trabalhava, pois lá tinha mais assistência para o meu caso, e assim fiz.
     Comecei meu pré-natal com essa minha amiga q agora era minha médica, então ela solicitou um monte de exames de sangues, urinas, e ultrassonografias. Na próxima consulta levei os exames e estava tudo bem, os exames todos normais, só tinha que controlar bem a PA.
    Desde o inicio de minha gravidez, tinha enjoos constates e diário, não consegui ingerir nada, e quando ingeria colocava tudo pra fora. Após 12 semanas os enjoos diminuíram, mas com 13 semanas começou meu pesadelo.
     Em uma terça-feira, ao acordar, notei que estava com um pequeno sangramento amarronzado e sentindo um pouco de cólicas, e ao comunicar ao meu marido e a minha médica também, eles pediram pra q eu fosse pra emergência obstétrica, mais perto de minha cidade, e assim fiz, foi com meu marido para a emergência, e ao fazer o exame de toque o medico disse que o colo do útero estava fechado, mas pediu que eu fosse fazer uma ultrassonografia, para vê os batimentos fetal.
     Sai de casa com meu marido e fomos procurar uma clínica particular q fizesse uma ultrassonografia naquele momento, e graças a deus encontramos. Eu sentia q dentro de mim estava sendo gerada uma menininha, q sempre queríamos, e ao fazer a ultrassonografia a médica falou q estava  tudo perfeito, a placenta no canto certo, o colo do útero fechado, os batimentos fetal normal, td perfeitamente, com isso fiquei mais tranquila, e a medica falou: vcs estão esperando uma menininha, é uma mocinha, meu marido não conteve a emoção, pois ele queria realmente uma menina e então perguntou: a senhora tem certeza q é uma menina? Então a medica disse: tenho sim, é uma menina.
     Os dias se passavam e o sangramento não parava, e com um sangramento mais forte, eu e meu marido( ele sempre do meu lado, mim dando todo o apoio) fomos novamente para a emergência obstétrica mais próxima, e ao fazer o exame de toque, o médico falou q se tratava de uma ameaça de aborto e solicitou uma ultrassonografia, para avaliar melhor, e vê como que estava a bebê, e ao fazer fiquei mais tranquila, continuava normal, placenta perfeita colo do útero fechado, batimentos da bebê normal, e o medico não entendi pq esse sangramento, e essas dores.
      De vinte e vinte dias , eu tinha q fazer meu pré-natal, e quando voltava , voltava sempre pior, com mais dores e o sangramento mais forte.
      Os médicos, não entendiam pq esse sangramento, se todos os exames davam normais, sem anomalias.
        2 meses se passavam, e o sangramento continuava, vivia de hospital pra casa de casa pra hospital, não mim levantava pra nada, só pra ir ao banheiro e ir comer, mantinha um repouso absoluto.
       Com 21 semanas de gestação, veio um sangramento mais fortes e dores fortíssimas e pra piorar sentia q estava perdendo liquido, então fiquei desesperada e meu marido pior q eu. Então fomos para a emergência obstétrica mais próxima, e chegando lá fui atendida por um medico super ignorante, e ele ao fazer o exame de toque, foi logo dizendo a mim e ao meu marido q eu fosse imediatamente para uma maternidade de outra cidade( q por sinal era bem distante) pois eu estava entrando em trabalho de parto, fiquei tão nervosa,  e então pedi o encaminhamento, mas o medico foi logo dizendo, q não precisava de encaminhamento nenhum, q eu seria atendida em qualquer lugar pelo SUS, ainda insisti, mas o medico mim gritando dizia que não ia da, então fui embora para ir pra maternidade.
    Com muito medo de perder minha filha, junto com meu marido, minha mãe e meu irmão, seguimos destino a maternidade. Chegando lá minha mãe foi fazer a ficha, para nossa surpresa conseguiu fazer, mas a enfermeira foi logo perguntando pelo o encaminhamento, e então eu expliquei toda a situação, mas graças a deus, fui atendida.
     Ao fazer o exame de toque e escutar os batimentos da minha pequena, a medica falou que eu ficaria enterrada, e que elas tentariam prolongar o máximo possível minha gestação, mas meu colo do útero já estava se abrindo para minha tristeza tive que ficar sozinha, pois não podia fuçar ninguém CMG, pois eu não ia ter meu parto,( pelo menos era o q pensavam 😢).
       Me levaram para um quarto de enfermaria, e com 1 HR depois , não aguentava mais de tanta dor( estava com tanto medo de perder minha filha) e então sai d quarto para procurar uma enfermeira ou a medica, e fui para uma sala de pré parto e lá encontrei a medica, e fui logo dizendo: dr por favor me examine e passe algum medicamento para diminuir essas dores ( pois eu não imaginava q se tratava de contrações)  e a medica fez o exame de toque e escutou os batimentos da minha pequena CLARA VITORIA, ( e notei os batimentos aumentando e diminuindo) e a medica falou para a enfermeira q me colocasse numa quarto ali mesmo, e que me deixasse deitada sem se levantar, e se eu quisesse ir ao banheiro chamasse alguma enfermeira.
      Então assim acontecei, a enfermeira veio e colocou um soro em mim, ( O soro  não continha nenhum medicamento, estava limpo), as dores foram aumentando, e então percebi q não eram dores normais, e sim,  se tratava das contrações, e vinha cada uma mais forte q a outra, entre essas contrações eu pedi tanto a deus q corresse tudo bem, q minha filha nascesse e sobrevivesse, as dores eram tão fortes, e de repente veio uma contração tão forte mais tão forte q foi ai q senti algo saindo, e gritei pela enfermeira dizendo: enfermeira corre aqui q minha filha esta nascendo, e correram medico e enfermeira, mais minha pequena já estava saindo e vinha com a bolsa amniótica intacta, e foi ai q o medico estourou, e a minha CLARA, saiu, vi ela ali se mexendo na cama e imaginei: ela está viva então vai sobreviver, e foi ai q perguntei : ela vai sobreviver? Então a enfermeira disse: mãe, deus e quem sabe, e no mesmo instante a enfermeira perguntou: você quer ve-la? Então perguntei: ela está viva? Mas a enfermeira olhou pra mim e balançou a cabeça dizendo q não, naquele momento meu mundo desmoronou, as lagrimas começaram a rolar em meu rosto, não conseguia responder, mas pensei: tenho q ve-la pelo menos por um instante, e respondi: quero sim. Olhei para ela ,minha pequena, tão linda, já tão formadinha, seus cabelinhos bem pretinhos, minha pequena q sonhava sempre com ela, agora estava ali tão perto de mim, mas tão sem vida, q dor, e foi ai q não aguentei mais olhar para ela, e disse: está bom, não aguento mais ve-la não, e foi ai q a enfermeira disse: olha como ela nasceu, estava com o cordão umbilical dado um nó, e então pensei: deve ser o cordão umbilical enrolado ao pescoço, e foi o q falei pra a enfermeira, mas ela disse: não mãe, e o cordão umbilical dado um nó em si e então me mostrou, era exatamente um nó, algo tão incrível q ate o medico se impressionou, e disse: mãe eu nunca vi uma coisa dessa, isso e algo de deus.
      Terminaram todos os procedimentos e me levaram para um quarto de enfermeira, e lá a dor foi maior, ao vê aquelas mães ali com seus bebês no colo, os amamentados, meu deus q tristeza, queria ter a minha para amamentar também. Tive minha filha no dia 15 de janeiro de 2017, foi o dia pior de minha vida, queria poder fechar os olhos e ao abrir vê minha menina aqui CMG, em meus braços. Meus peitos se encheram de leite, e tive que tomar remédio para secar o leite( queria ter minha Clara para secar todo o meu leite).
     As vezes me pergunto: meu deus pq CMG? Pq minha filha? Ela era tão planejada meu deus, pq isso aconteceu? Mas em seguida vêm as respostas: pq os planos de deus são mistérios, pq deus quis assim, pq você e sua Clara foi escolhida por deus.
     Já faze 23 dias q isso aconteceu, e não consigo controlar minhas lagrimas, minha dor, não existe dor maior no mundo q essa, minha pequena hoje e um anjinho de deus, e será meu anjo da guarda, mas apesar de td, será sempre minha Clara vitória, minha pequena, minha segunda filha tão amada e desejada por todos.
      Mamãe e papai te ama minha anjinha, te amaremos por toda a vida, você foi planejada por mim mas deus tinha um plano melhor pra VC.
   Obrigado a todos e desculpa também por ter escrito tanta coisa.
   Você sempre será minha pequena, minha CLARA VITORIA, minha anjinha😢😢❤❤😍😍😇😇😇 deus não mim deu um anjo para eu cuidar e sim um anjo para cuidar de mim, minha pequena 😢😢❤❤😍😍
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s