Um novo sentido para viver, bebe arco iris

 

Me chamo Patrícia tenho 27anos,moro em Lages, Santa Catarina, eu tenho um anjo no céu que se chama Maria Alice,😇estava de 40semanas, aguardando o parto normal que era o meu desejo pois faria bem a nós duas, eu não sentia nada e fui ficando angustiada mais os médicos me dizendo que era normal, no dia 12 de agosto 2015 procurei a maternidade pois não sentia os movimentos da minha filha, pois naquela altura já eram raros, a médica de plantão me informou que era tudo normal para que retornasse somente com 41 semanas, fiz um cardiotoco onde minha bebê teve que ser induzida com uma buzina para mexer e mesmo assim segundo ela tudo dentro da normalidade, no dia 17 de agosto senti uma desconforto fui até o banheiro e saia sangue com aspecto gosmento, pensei então que fosse a hora, com toda calma acordei meu esposo Alcioni pois era já 5horas da manhã, mal sabíamos que ali começava nosso tormento, dei entrada na maternidade com 2cm de dilatação é mais uma vez o médico de plantão disse que está tudo normal só aguardar para o parto normal, começaram as contrações e aquele sangue continuava, foi então que a enfermeira veio verificar o coração de minha Maria e esse foi os piores minutos de nossas vidas, não havia batimentos, veio duas enfermeiras e nada, uma médica plantonista chegou e tentou e nada, nesse momento o desespero tomou conta de mim e do meu marido ele perguntava se era aquilo normal, a médica informou que não e que eu faria uma cesariana de emergência, foi tudo rápido demais e quando minha filha  nasceu, já sem vida eu não há vi, eu não quis naquele momento, depois estava transtornada e depois me doparam eu carrego essa culpa comigo até hj de não conhece lá, meu marido foi chamado e pode ver nossa linda maria Alice branca, cabelos escuros, segundo ele parecida demais cmg,quando ela nasceu eu estava sem líquido e ela entrou em sofrimento fetal , já havia meconio,o laudo infarto placentário, mais não havia explicação para nós e foram dias de tormento, chorava e desejava morrer, não conseguia entender porque com nossa família??? Não conseguia ver outras crianças eu chorava muito imaginava Minha bebê, choramos muito, sofremos, senti mtas dores no corpo e na alma, meu marido segurou a barra por mim, me carregou nos braços, me pedia para ter fé, me dava banho, fazia comida, pois eu não tinha força para nada, choravamos juntos… Os dias foram passando e tínhamos que voltar a realidade e uma surpresa estava por vir em dezembro eu estava com uma alergia tomei anti alérgico e nada, lembrei que tive na gestação, fiz então um beta e então negativo, esqueci aquilo, porém em janeiro nada da menstruação fiz alguns testes de farmácia todos positivos, meu bebê arco  íris estava a caminho, foi uma alegria mais tbm tínhamos medo, medo de passar por tudo novamente, foram várias consultas, dois médicos, ultrassons vários e vários,as coisas iam bem até 34semanas pois comecei a sentir desconfortos devido a cesariana recente e fiquei alguns dias internada, e liberada pois estava tudo ok, minha médica de alto risco Carolina me disse que faria minha cesariana com 39semanas me prometeu pois sabia do meu medo, meu obstetra Geraldo queria aguardar 40semanas e ficávamos nesse impasse, com 35semanas fiz uma doppler com perfil biofísico e o resultado foi ruim meu bebê não estava reagindo a estímulos fui então encaminhada a maternidade mais somente para fazer um cardiotoco pois podia ser normal meu bebê poderia estar dormindo na hora do exame, sem muito alarme fui com minha mãe e meu esposo teria que ir trabalhar, pois bem para nossa surpresa minha médica lá e avaliou os exames e foi então que começou a correria ela me pediu para que rezasse pois faria minha cesariana, com 36semanas de surpresa sem ninguém saber pois nao deu tempo de nada, quando digo nada foi de não dar tempo de avisar meu esposo para chegar a tempo e minha mãe estava lá fora pensando que eu só ficaria internada. Pedro nasceu chorou muito e foi lindo e inesquecível, ele foi levado de mim, senti muito medo, passava um filme em minha cabeça, eis que ele retorna com minha  mãe, que e ela disse olha seu filho, ele esta bem, meu Pedro nasceu com 36semanas saudável pesando 3.640kg e 47cm no dia 11de agosto 2016 meu presente de Deus pois meu aniversário é 19de agosto e Maria Alice minha anjinha faria aniversário dia 17, a data provável era 8de setembro, mais Deus nos presenteou no mesmo mês que ela minha filha faria 1aninho, agradeço a Deus por ser mãe deste casal, me sinto muito abençoada mesmo que ela tenha nascido com asas, e agradeço todos os dias por ter meu filho Pedro aqui comigo ele está com 3meses  pesando 6.765kg e com 61cm, nossa razão de viver, e tenho certeza que minha anjinha esta bem e é o que nos conforta a cada dia, ela é insubstituível, mas Pedro nos trouxe um novo sentido para viver e ser pessoas melhores por ele, por eles na verdade, por nossos filhos.

Anúncios

2 comentários em “Um novo sentido para viver, bebe arco iris

  1. Que história linda! Tô com pouco tempo que perdi minha LARA, ainda muito abalada, em todos os sentidos. E é sempre bom ouvir histórias com finais felizes. PARABÉNS!

    Curtir

  2. Meu Deus !!! Linda sua história posso ver a minha historio nas suas palavras meu bebe anjo Miguel também entrou em sofrimento fetal do. 39 sem e 3 dias e no dia marcado para nascer 9 de agosto de 2016 veio a óbito pensei que morreria ali naquele momento é agora em dezembro acabo de descobrir que estou grávida de novo após 4 meses da partida do meu anjo !!!! Me emocionei muito lendo sua história !!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s