Carta para Helena

Depois de tanto meses escrevendo para outras pessoas, resolvi escrever só para você, minha doce e amada filha Helena – afinal hoje é seu aniversário!

Ainda me lembro, com uma nitidez invejável , daquela quarta-feira de 2015, um 25 de novembro de céu limpo e de sol brilhante. Quando , de madrugada, recebi o primeiro sinal de sua chegada, fui envolvida por uma paz tamanha, que toda ansiedade e dúvida dos últimos meses foram esquecidas. Lembro-me de olhar meu rosto refletido no espelho e repetir para mim mesma: hoje é nosso dia meu Amor…seja bem vinda.” Pintei meus olhos, perfumei-me e saí de casa pronta para dar o meu sorriso mais lindo a você.

Enquanto eu esperava a avaliação do médico e via seu pai correr de um lado para o outro para resolver toda burocracia necessária, eu cantei pra você mais uma vez, lembra? Conversei baixinho e te disse: “chegou a hora meu Amor! Finalmente vou ver seu rostinho…não tenha medo de nada porque vai dar tudo certo. Tem muito amor pra você aqui fora.”

Mas acho que você gostou tanto de ficar grudadinha em mim que demorou a sair, e depois de 8 horas esperando a natureza seguir seu curso, nós precisamos de uma ajuda, e às 10:25 da manhã você nasceu!

Quando a médica me mostrou sua mão e chamou minha atenção para ela, o que mais tarde entendi como sendo uma maneira delicada de contar o drama que se seguiria, eu só conseguia pensar: “meu Deus, como é linda minha filha! Acabou toda a angústia, meu bebê está comigo.”

Por mais que o resto daquele dia lindo de sol tenha se transformado, dentro daquele quarto no qual eu me recuperava, em tempestade com tantas notícias difíceis, depois de um ano, meu amorzinho, eu só consigo lembrar da sensação de plenitude e serenidade pelas quais fui envolvida.

Helena: a resplandecente! Esse é o significado do seu nome. Nada mais adequado para um ser com tamanha coragem, luz e força como você . Que sorte a nossa ser seus pais. Quantas lições e quanta imensidão de bons sentimentos você nos trouxe.

Aprendi, com o tempo e com a saudade, que não preciso me preocupar ou me culpar por estar seguindo em frente porque você sabe que seu lugar sempre estará aqui. Você é minha primogênita, meu primeiro amor puro, meu primeiro cheirinho de bebê, minha primeira grande transformação (no corpo que te abrigou e na alma que te escolheu), minha primeira grande Vitória!

Nada, nem ninguém, ocupará este lugar que é só seu. E é uma pena que ainda existam pessoas incapazes de compreender que não é necessário arrastar a dor desta saudade pelo resto das nossas vidas para provar o nosso amor por você.

A saudade é imensa sim, mas não dói porque sei do fim das suas angústias, dores e medo. Sei da sua vitória e tenho certeza do nosso reencontro feliz!

Alguns precisam de anos e anos para aprender a amar e ser amado, nós precisamos de dias.

“…que vai chover quando o sol se cansar, para que flores não faltem.” Quantas vezes cantei esses versos pra você não é? Porque a vida é assim: o tempo fecha, a chuva chega, e depois tudo floresce. Como a nossa história.

Hoje percebo que sempre soube que seria assim. Preparei-me a vida toda pra te receber com muito amor. Outro dia seu papai me disse: se não fosse sua certeza, sua coragem e seu amor por ser mãe, eu nunca teria conseguido viver essa experiência, porque sua força

superou o meu medo.” E eu completei: “se não fosse o seu amor e a sua dedicação eu não suportaria.”

Por isso Deus nos reuniu, nós três, para juntos vivermos a experiência mais linda de nossas vidas. E só com muito amor poderíamos encontrar tanta beleza numa história que muitos pedem, todos os dias, em suas orações para não viverem. Eu nunca pedi isso. Incrível né? Eu sempre pedi para que você pudesse ver o imenso esforço meu e do seu pai para nos tornarmos pessoas melhores, e pudesse compreender nossa vontade em te dar o melhor desse mundo – o amor.

Hoje, quando reflito sobre o tudo isso, percebo o quanto fui preparada para passar pelo que passamos. É como se, no fundo do coração, eu sempre soubesse o que estaria por vir. Agora entendo a paz e a certeza que me tomavam quando eu acariciava seus cabelos e repetia baixinho no seu ouvido “calma minha filha, isso tudo vai passar”. Quando eu dizia isso me vinha no pensamento você saindo de uma gaiola, se libertando…Eu não tinha condições de, naquele momento, ensaiar frases, pensar no que dizer, eu simplesmente dizia. Daí a certeza de que tudo foi como deveria ter sido.

O meu presente de aniversário para você, meu passarinho, não será uma festa onde exibirei suas fotos nem contarei com a presença de pessoas especiais. Não exigirá grandes despesas materiais…nada disso. Meu presente é minha gratidão, meu respeito e admiração pela sua coragem. Dinheiro nenhum compra isso, tempo algum apaga!

Te amo,

Mamãe, Ju Heck

Anúncios

2 comentários em “Carta para Helena

    1. Que linda mensagem. Vc tem razão o a luz deixada por nossos filhos nunca irá se apagar. E essa gratidão é tão grande que não cabe em palavras, jamais seremos as mesmas pessoas que éramos, jamais teremos o mesmo corpo, jamais sentiremos dor maior, mas também jamais sentiremos amor maior. Me identifico D+ com seus sentimentos, também me sinto leve e muito honrada de ter tido o meu Filipe, e tenho tanto amor dentro de mim que pertence à ele, que vou ama-lo até meu último suspiro. Linda carta. Obrigado.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s