Imagine você…

revista-visao

Sofri a pior perda que uma mãe pode sentir. Minha Sophia foi morar com Deus em 30/07/2016 devido à erros médicos. Compartilho com vocês o relato que escrevi em meu facebook. Segue:

“Imagine você crescer ouvindo dos médicos que não poderia ser mãe?

Imagine você acalentar esse sonho achando impossível e 15 anos depois esse sonho se realizar da maneira mais natural possível? Imagine você levar uma gestação de alto risco à termo, mais de 15 consultas pré natais, mais de 10 ultrassons e exames e todos esses atestaram que o bebê estava saudável?

Imagine você preparar o quarto pra chegada do seu filho e sonhar todos os dias como esse dia chegaria?

Agora, imagine você dar entrada no Hospital pra logo logo conhecer o rostinho do bebê, pensando como ficaria linda ao voltar pra casa toda de branco com a roupa que a vovó fez?

Consegue imaginar? Até aí é fácil.

Agora, Você sabe o que é ser induzida por 4 vezes (2 comprimidos intravaginais cada vez) e mesmo com dores fortíssimas não suficientes pra dilatação eles ignorarem o apelo pela cesárea?

Você sabe o que é te puxarem , te abrirem, te machucarem, ser tocada e invadida sucessivamente por diversas pessoas?

Você sabe o que é te exporem em posições variadas pra te fazer ter parto normal à qualquer custo?

Você sabe o que é ficar oito horas no pré parto, nua, de quatro entre vômito, sangue, fezes e urina porque seu corpo não suporta mais?

Você sabe o que é aplicarem ocitocina (depois de toda a indução anterior) sem seu consentimento e a partir daí tudo piorar gradativamente?

Você sabe o que é sentir a cabeça do seu tão esperado bebê ficar horas no canal vaginal e apesar dos apelos ser ignorada totalmente?

Você sabe o que é te levarem de última hora pra sala de cesariana com contrações violentas e te fazerem caminhar mesmo assim?

Você sabe o que ouvir da médica “que vai ter que empurrar a cabeça do bebê” pra poder sair?

Você sabe o que é não ouvir o choro tão aguardado do seu filho e logo imaginar a gravidade do problema?

Você sabe o que é ouvir um pedido de desculpas ao te deixarem no leito como se isso amenizasse algo?

Você consegue imaginar que o único momento em que segurará seu bebê nos braços ele já estará morto? E a roupinha que a vovó fez, ser vestida pra ser levada em um caixão? Consegue imaginar?

Sabe o que é chegar em casa e ver todas as coisas do seu bebê ali, só esperando pra vir ao mundo e saber que ele nunca usufruirá disso?

Você sabe o que é não conseguir nem ir ao banheiro sozinha, não só pela dor da cesárea, mas por ter todos os músculos esticados ao tentar um parto normal humilhante?

Você sabe o que é não conseguir dormir porquê parece que tudo está acontecendo novamente?

Você sabe o que é deitar a cabeça no travesseiro e não conseguir mais sonhar?

Você sabe o que é seu seio encher de leite e você jogar fora porquê não têm um bebê pra alimentar? Você sabe?

Eu sei. Tudo isso devido à um projeto de humano que resolveu brincar de ser um deus e escolheu à quem dar e a quem tirar a vida.Não considero erro médico. Arrogância, prepotência em um ser assentimental reflete isso. Se os atendimentos e procedimentos feitos por alguns “supostos profissionais” fosse de excelência, talvez este hospital não precisaria ser referência logo na UTI neonatal.

Dia 30/07/2016 às 12:30 meu coração foi arrancado do peito. Assim, sem sensibilidade alguma. Assassinaram meu milagrinho à sangue frio. A dor que eu sinto perfura à alma, dilacera de uma maneira equiparável. Minha Sophia descansa em outro plano agora, espero que possa alertar outras mulheres quanto à isso.

Pra esses “médicos” só tenho à dizer que creio fielmente na lei divina e que ação e reação é só questão de tempo nas mãos de Deus. Minha princesa hoje, descansa nos braços do Pai, meu anjo particular está no céu e sei que está me dando forças pra continuar à seguir dando serenidade em cada passo que eu der…

Relato da mãe Mariane Guedes

Anúncios

3 comentários em “Imagine você…

  1. Boa tarde Mariane, Sinto muito pela sua perda!!! Deus vê todas as coisas nesse mundo e todos irao prestar conta com ele! Infelizmente estamos a mercê de tudo nessa vida. temos que ser sabios para nao sofrermos tanto e vigiar sempre. Eu creio que um dia iremos ver os nosso filho(a) e poder dar um abraço bem forte e nesse abraço dizer que nunca mais iremos nos afastar um do outro.
    Porque na bliblia diz; 🌻

    Que Deus,
    “Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou”.

    Também sou mãe de um anjo.
    O meu filho faleceu por negligência médica dia 25/08/16 nasceu dia 15/08 (viveu 10 dias), com 12 horas de contrações mais sem dilatação me forçaram ter normal, fui levada pra sala de parto onde eles começaram a realizar as negligências:
    Nao tive atendimento de qualidade, realizavam varias vezes o toque, fizeram manobra de Kristeller, e por fim episiotomia. Tudo levou a morte do meu filho, saudável com 40 semanas.
    Ele Foi levado direto para UTI, Não ouvi o choro do meu filho. 😢
    Foi Uma dor orrivel que eu senti, sinto como se estivesse sem um pedaço de mim. um vácuo, vazio que ninguém pode oculpar (Você sabe bem como é).
    Sintasse abraçada de mãe para mãe.
    A dor e insuportável sim, mais temos que liberar o perdão e seguir em frente né?! A vida continua … um beijo 😘😘 🌸🌸🌸
    Nossas filhos concerteza não querem ver sua mamãe sofrendo 💛
    Nadya Nogueira 🌹

    Curtir

    1. Também creio no reencontro. Entre perde o controle e seguir em frente optei pelo que ela gostaria que eu fizesse. Têm dias ruins. Mas por ela estou Ind além. Obrigada pelo seu comentário tão cheio de luz. Que Deus nos abençoe. Beijos

      Curtir

  2. Oi mariana boa noite, como vc, eu passei pela quase a mesma coisa negligência médica, eu fazia consulta pré natal no posto da minha cidade, meu acompanhamento foi demorado.quando descobri minha grávidez estava de 1 mês e alguns dias, marquei consulta com a médica do posto, mas só fui começar o meu acompanhamento qd estava de quase 5 meses, fui fazendo ecames atraz de exames e a unica coisa q me falavam era q eu tinha anemia e tinha q tratar, minhas espectativa para minha bb nascer era imensa estava td preparado para a chegada dela q a previsão seria dia 18/10 …mas a minha bb quis vir antes no dia 24/09 senti umas contrações p mim era normal… esperei p ver se continuaria, mas não, dia 26/ começei a sentir denovo as msm contrações, fui p maternidade, demorei um pouco para ser atendida, assim chegada a hora o medico fez o teste de toque e já estava com 1 dedo de dilatação, fiquei animada, mas depois veio o uma pré noticia, o medico foi escutar o coraçãozinho com o aparelho, mexia p cá e p lá nada. Ai me pediu p fazer o ultrasson, fui a ultima a ser atendida, e assim chegado a hora, vi minha princesinha na tela, mas logo a noticia ela já estava em óbito dentro da minha barriga… meu mundo parou fiquei sem chão, chorava mto desesperada, fui p um quarto onde tive q dormir perto de quartos com mães e seus bb.mas quem disse q dormia depois de td… chorei a noite toda e o meu marido tb pois era nossa primeira filha.. no outro dia fui induzida ao parto duas vezes na 3 vez senti contrações mto fortes e fui preparada para a sala do pré partoe fui ainda bastante questionada o pq eu nao tinha me tratado de uma infeção mto forte q deu em mim..nao sabia responder pois como os medicos fiquei surpresa em saber q naquele momento tinha perdido minha filha por uma infeção e q a negligência vinha por parte do posto onde fazia as consultas pré natais..ai chegou a hora de ganhar minha filha, ate no ultimo momento tinha esperança q ela ressussitaria e voltaria p mim…mas me enganei..ela nasceu toda roxinha..peguei pela primeira e a ultima vez minha filha no colo, chorava mto eu e meu esposo e todos da minha familia q acompanharam a minha gravidez. Reparei naquele momento q ela era mto parecida com a familia do meu esposo.. aquilo q me alegrou em saber q ela viria ao mundo parecida com meu marido, cunhada, sogra e cunhado…e assim tiraram minha filha dos meus braços para levarem p o necroterio da cidade e fazerem varios exames nela e na minha placenta tb, agora aguardo o resultado dos exames para tomar devidas providencias para q outras maes nao passem pelo mesmo erro q eles cometeram comigo…Minha filha Nome: Agatha previsaode parto 18/09 …mas nasceu dia 27/09 e enterrada dia 28/09..😭

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s