Anjo Heitor

bebe

 

Olá, meu nome é Vitoria tenho 24 anos. Descobri que estava gravida no dia 02/04 (estava com 8 semanas) e confesso que no começo nao queria por varios motivos, mas juntei minhas forças e resolvi levar a gravidez adiante.

Foi o periodo mais confuso e gostoso que passei, pois tinha medo de nao conseguir ser a mae perfeita ou no minimo suficiente pro Heitor, mas ao mesmo tempo era tanto amor em mim que eu torcia pra dezembro chegar rapido pra eu poder ter o Heitor nos meus braços.

Eu fiz planos, mudei minha vida pra ter o meu filho mas isso não aconteceu. No dia 06/08 com 23 semanas acordei sentindo um pouco de colica, mas achei que nao era nada ja que eu trabalhava em pe e subia muita escada, mais ou menos as 18 horas comecei a sentir dores muito fortes e resolvi sair do trabalho e ir para o hospital passei no banheiro e ai percebi um pequeno sangramento, ai o desespero veio com força eu nao se chorava de dor ou de medo.

Assim que cheguei no hospital fui rapidamente atendida e nos exames o coraçaozinho dele ainda estava forte mas eu ja estava com dilataçao completa e ai a medica me falou que eu teria que ir para o parto e na frieza dela já foi me avisando que eu perderia meu filho, ou seja percebi que a melhor parte de mim estava indo embora. Fui encaminhada pra sala de pre parto para esperar minha mae e o pai do meu filho chegarem com meus exames. Passou um filme na minha cabeça e eu comecei a me despedir do meu grande amor, mesmo que eu nao aceitasse o que estava acontecendo.

Fui para a sala de parto, de inicio seria parto normal, mas a medica viu que eu nao tinha incompetencia istmo cervical como fora pensado antes mas sim descolamento de placenta dai partiram pra cesariana, foi um parto complicado, mas ainda assim meu filho nasceu com vida, ele ate tentou chorar so que estava muito fraquinho e nao conseguia poucos minutos depois ele faleceu.

E quando a gente pensa que nada pode piorar o quarto em que fiquei no hospital era bem perto do quarto em que as outras maes ficavam com seus bebês, passei 2 noites e 2 dias ouvindo choro de bebe sabendo que nao era do meu, parecia que estavam jogando alcool numa ferida aberta.

Voltei para casa, quer dizer o resto de mim voltou, a cada dor que eu sentia (quem ja passou pelo pos operatorio de uma cesaria sabe que doi) toda vez que eu passava na porta na porta do quartinho dele doia mais ainda. Até que um belo dia no banho meus seios incharam e endureceram muito por conta do leite, no dia q sai do hospital a medica me disse que eu não podia ter febre e me disseram que leite empedrado dava, eu torci muito para ter porque a única coisa que queria era morrer pra encontrar com meu filho, mas não deu fui ao medico tomei um remédio e o leite secou, o quarto foi desmontado e o enxoval guardado.

Por fim, eu não queria ter filhos e Deus me deu o Heitor e eu de uma hora pra outra conseguir amar alguém mais que a mim, foram 5 meses de espera, de preparativos, de enjoos, de horas contadas para o ultrasom, de arrepios de alegria a cada movimentos que ele fazia na minha barriga e Deus tirou meu filho de mim e me fez corvarde ao ponto de não ter tido coragem nem de ver nem de tocar no meu filho. Hoje já não tenho planos, sonhos, não entendo nem aceito o que aconteceu, apenas vivo com as lembranças e culpas  e espero um dia entender os planos de Deus pra mim, já que até hoje não tenho forças nem para ter fé.

Agradeço a todos os meus familiares e amigos e a vocês pela força. Não desistam!!!!

  • As causas do parto prematuro ainda não foram descobertas

 

Relato da mãe Vitoria Silva

Anúncios

3 comentários em “Anjo Heitor

  1. Vitoria é com enorme dor no coração que li seu relato e te entendo perfeitamente, perdi o meu anjo Benício com 21 semanas, tive sangramento, perda total de liquido e o parto prematuro, diferente do seu , tive parto normal, também não tenho ainda certeza do que ocasionou a perda , mas gostaria de lhe dizer que não se culpe minha querida, a dor que sentimos já é tão grande, eu assim como você também não tive forças para ver o meu filho, e peço a Deus além de forças para continuar todos os dias, peço que tire essa angústia por não ter tido coragem de ver ele, como te disse a dor já é grande, não se culpe , somente Deus pode nos ajudar a conviver com essa dor , saudade e sonhos que sabemos que não irão se cumprir , hoje peço a Deus que te dê forças como tem me dado, e que esteja ao seu lado minha querida. Um abraço apertado.

    Curtir

  2. Vitória, me emocionei bastante com o seu relato. Também perdi meu anjinho Matheus com 23 semanas. Tive um sangramento que não acusava nada, tava tudo perfeito. Dois dias depois o sangramento voltou com cólicas, e no ultra-som não existia mais os batimentos do meu menino. Eu te entendo perfeitamente Pq tb não tive coragem de vê-lo. Não se culpe por isso. O nosso sofrimento já é grande demais. E quando achar que tudo tá perdido reze!!! Eu tenho feito isso e tem me ajudado bastante. Só o tempo p trazer as respostas p tantas perguntas. O seu anjinho cumpriu a missão dele aqui. Fique com Deus.

    Curtir

    1. Oi Vitória.
      Estou passando por esse mesmo processo. Perdi o meu bebê com 39 semanas de gestação. Está sendo o pior pesadelo da minha vida, isso aconteceu tem 20 dias.
      Meu parto estava marcado para o dia 28/09, no dia 26/09 eu tinha consulta com meu médico para marcarmos os detalhes da minha cirurgia, Meu filinho amanheceu naquele dia mexendo muito, não parava. Minha consulta era na parte da tarde. Ao esperar para ser atendida minha barriga começou a ficar muito contraída e ele já não mexia mais só ficava muito dura a barriga.
      Quando o médico começou a me examinar ele não conseguiu ouvir meu bebê e me encaminhou direto para a maternidade. Ao chegar lá o médico de plantão foi logo me mandando para o centro cirúrgico para um parto de emergência pois já estávamos os dois com risco.
      Eles não conseguiram salvar meu bebê pós tive em poucas horas um descolamento total da placenta.
      Não consigo me conformar com a perda. Pois esperei tanto, me cuidei muito, não fazia nada era muito repouso. Já tinha tudo certinho,tudo arrumado.
      Tem dias que sinto vontade de sair gritando de tanta dor.
      Minha família é maravilhosa, perdi meu paizinho tem três meses e agora perdi meu Miguel, Meu bebezinho.
      Meu amado marido está sendo maravilhoso, Sei que ele também está sofrendo muito.
      Tem dias que fico perguntando pq eu?
      As pessoas falam que tudo na vida da gente tem um propósito, e eu pergunto a Deus todos os dias quais são os propósitos dele na minha vida pois está muito difícil suportar.
      Meu pergunto pq se Deus tinha que levar meu Miguelzinho ele esperou chegar tão pertinho de eu te-lo em meus braços para me tirar.
      Só espero todos os dias para que lá na frente eu consiga compreender os planos de Deus.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s