Depois da perda… A esperança! Uma história de vitória!

Olá!!!!!!!!
Há quase um ano atrás escrevia um relato para vcs de como alegria de esperar um filho se tornou a tristeza da dor da perda, minha história foi selecionada para contribuir no livro. Mas hj venho contar uma nova história de vida e vitória!!!!
Segunda feira meu guerreirinho chega ao mundo, e gostaria muito de compartilhar com vcs e todos da página essa nossa história de esperança e amor!!!!!!! Soubemos caso raro de incompatibilidade sanguínea que deu super certo, uma gostoso de esperança para todas as mães de anjos.
Dia18/08/2015 nós recebíamos a pior notícia de nossas vidas…. ” não temos mais um bbzinho” foram cinco meses de tristeza profunda, durante esse tempo me dediquei a cuidar da minha vida e a procurar entender o que tinha acontecido, que anti corpo raro eras esse chamado de “ant-Kell” que tinha nos tirado tão prematuramente ao seis meses de gestação nosso príncipe. Incompatibilidade sanguínea… então percebi que nosso sangue é muito mais complexo do que o famoso fator RH. Sou casada a 7 anos, uma filha de 3 e em uma nova gestação a chance do novo BB vir com o sangue do papai é de 50%, mas ainda assim existiam 50% de ser o meu!!!! Foram cinco meses de dor, dúvidas é uma estranha saudade… Como poderia sentir saudade de situações que nem ao menos cheguei a viver? Pois bem, ela existe… De uma forma intensa, desesperadora, ouvi absurdos, revi conceitos e posturas, procurei casos parecidos e aprendi a viver com essa dor em silêncio…. Primeiro pq tinha uma filha de dois anos, e pq muitas pessoas não sabem lidar com um assunto tão delicado, para algumas a perda gestacional se resume a ” passou, bola p frente, vc não conviveu, tenta de novo… “Como se um filho fosse substituível… Então em meio à aceitação e a descobrimentos dessa nova vida, um dia, Senti algo estranho mas familiar… Fiz o teste de Farmacia e lá estava ” positivo +3″ tremi… Pq além de lidar com a incompatibilidade sanguínea o que mais ouvia era histórias do Zica.
Foram 7 transfusões de sangue intrauterina que começaram
Prematuramente com 18 semanas, com 19 uma direto do coração do BB, que salvou a vida dele… Uma equipe médica maravilhosa, carinhosa que nunca permitiu que a tristeza ou a dúvida tomasse conta nesses meses, uma família espetacular e amigos sempre presente…  Nosso guerreiro, nosso milagrinho chegou dia 01/08 com 35 semanas e três dias. Nasceu bem, mas pela prematuridade ficou na UTIN, o que era previsto. Com 48 horas começou a apresentar um desconforto respiratório e foi colocado o ” Hood” uma espécie de capacete onde o oxigênio fica um pouco mais concentrado, duas depois foi retirado mas ele ainda apresentava um desconforto respiratório e em um exame de sangue descobrimos também que ele apresentava uma anemia um grau leve, mas que poderia justificar o desconforto. Foi então que a equipe médica decidiu fazer uma transfusão de sangue! Meu mundo desabou, pq era o que não queria… Durante a gestação passei por sete e uma das coisas que nunca quis era que ele fosse submetido a uma, não tão pequeno. Quando vi o sangue chegando comecei a chorar e fui abraçado por uma enfermeira e outra mãe que me deram força. Correu tudo bem e em menos de 24 horas o desconforto passou, ou seja a tão  tremida transfusão era na verdade a solução do problema que já se arrastava por semanas. Três dias depois fomos p casa!!!!
E ao terminar esse relato quero deixar uma esperança para todas as mães de anjos, pois tivemos batalhas, foram muitas lágrimas, muitas noite em claro imaginando como seria o dia seguinte…. Mas hoje posso afirmar Deus sempre esteve ao nosso lado. Imagino que para nosso guerreiro tenha sido um pouco mais difícil, pois aqui fora tinha inúmeras pessoas que me davam força, ele tinha apenas A batida do meu coração como fonte de força e tenho certeza que Deus tb segurou em sua mão nos momentos mais difíceis. Ser mãe de UTIN não é fácil, mas tb é um aprendizado singular!!!

Agradeço a Deus, minha família, amigos e aos doadores de sangue anônimos que atenderam nosso pedido!!!

Uma história de luto à luta, literalmente!!!!

Relato da mãe Tatyane Brito

Anúncios

Um comentário em “Depois da perda… A esperança! Uma história de vitória!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s