Miguel, amor maior!

Meu Miguel estava perfeito perante os exames do pré natal, um dia antes fiz uma eco pois a minha médica disse na última consulta que ele estava muito pra cima e eu já estava com 38 semanas, e como eu tenho um filho de 11 anos e o Lucas teve que ser cesárea de emergência por que eu tinha caído um tombo ele subiu, mesmo assim o hospital tentou induzir o parto mais chegou uma hora que não adiantou já estava com 10 dedos de dilatação e ele não vinha. Bom enfim eu tinha pedido essa eco pra ela, lembro como se fosse hoje ela me dizendo que eu não precisava da eco e que de repente nem iria dar tempo pois logo ele nasceria.
Mesmo assim insisti e ela me deu a guia para fazer o exame. Bom consegui sair do consultório e já marcar a eco para a próxima terça isso era sexta feira. Passei o final de semana ótima arrumei os últimos detalhes para a chegada do meu amor. Quando foi na terça fui na ecografia ele mexia muito e dra. Olhou cada detalhe que eu pedia pois tinha uma sensação estranha e queria conferir se não estava nada errado. Pra minha surpresa ela disse que ele está ótimo e já estava encaixado que realmente faltava só o meu útero baixar um pouco insisti que ela olhasse o cordão umbilical se ele não estava enrolado nele, ela mãezinha ele está ótimo e o cordão está bem longe dele.  Juro que a partir dali sai tranquila afinal tinha visto ele e realmente ele estava bem 3k180 e 47cm. Voltei a trabalhar e fui pra casa ele sempre mexendo. No dia seguinte acordei e senti que ele não estava se mexendo mais, pensei ah está perto de nascer então ele se mexe menos.  Fui trabalhar a final não sentia nada de diferente e tinha feito a eco um dia antes e ele estava ótimo. Passei o dia provocando ele para se mexer e comecei a fica preocupada, decidi que no final do expediente iria dar uma passada no hospital só pra descargo de consciência a final a Santa Casa ficava duas quadras de meu serviço.  Foi o que fiz tentei manter a tranquilidade mais meu lado mãe já estava apavorado. Aqueles vinte minutos pra me chamarem pra consulta pareceu que foram horas. Fui chamada a dra. muito querida disse que iria me examinar quando ela colocou o aparelho e não sentiu o coraçãozinho meu mundo caiu mesmo assim ela tentou me tranquilizar e disse que iríamos fazer uma eco ali mesmo pra ver pois esses aparelhos dão problema mesmo, fomos para outra sala e o silêncio permanecia no aparelho, aquele som que é música para os nossos ouvidos não existia mais, mesmo assim ela precisava me encaminhar pra outra maquina e com um especialista em eco. E lá ele me examinou e não disse nada só falou que a médica iria falar comigo. Voltamos pra sala e quando entro na recepção vejo minha irmã e começo a entrar em desespero olho pro lado meu marido já tinha chegado e trazido o meu Lucas para ver a chegada do nosso Miguel a final tínhamos combinado que assim que eu entrasse na maternidade o Lucas iria com a gente pois ele sempre desejou muito o maninho. Infelizmente a notícia foi a pior possível, ver o meu marido e o meu filho olhando pra mim tão estarrecidos como eu, não acreditando no que eu dizia foi terrível.  Mas a equipe médica foi de uma sensibilidade incrível me chamaram na sala e conversaram comigo e com o meu marido ali tivemos que tomar decisões importantes e receber as orientações do que seria melhor pra minha saúde. Bom meu parto foi normal tive oito horas de parto induzido e as 17h25 minutos o meu anjo nasceu do dia 26/05. Em vários relatos lidos nos grupos que entrei a maior queixa foi do atendimento recebido na maternidade, lá na Santa Casa de Misericórdia tentaram manter a minha integridade mental a mais tranquila possível,  desde a hora da indução até a sala de observação eles me mantiveram o mais longe possível da sala onde as mãezinhas ganhavam os seus milagres eles me deixaram pegar o meu menino e ficar com ele um tempo onde só existia eu meu marido e meu Miguel pude olhar cada detalhe é realmente ele era perfeito e lindo a cara do seu irmão. Posso dizer que fui tratada dignamente e me colocaram em um quarto onde tinha uma mãezinha que também tinha perdido o seu anjo.  Posso colocar que os erros que tiveram foi no quarto quando tinha troca de plantão e as enfermeiras chegavam e perguntavam onde estava o meu bebe isso sim tem que ser mudado eles não liam o prontuário e isso doía muito em ter que falar que ele não estava ali pq nasceu morto, mas do resto pude dizer que fui muito bem tratada, pois tem relatos que me deixaram de cabelo em pé, agradeço muito a equipe que me acompanhou mesmo sendo do sus.
Bom quero agradecer também pelo grupo que vcs criaram do luto a luta pois esse apoio e muito importante, pois depois que voltamos pra casa sem eles nos braços é uma dor que vai dilacerando aos poucos pois vamos voltando a rotina e a nossa família também cada um imerso aos seus problemas e a acabamos nos sentindo sozinhas pois não temos lembranças a ser compartilhadas com as outras pessoas só o que vivemos com eles dentro da gente. Obrigada por tudo que graças a vocês eu pude ver que não estou sozinha. A partir do mês que vem vou voltar a refazer todos os exames e já espero ter o retorno da autopsia do meu bebê. Pois sempre serei mãe de um anjo que ficou na terra e o outro que vive com Deus.
Obrigada e desculpe o desabafo.
Depoimento enviado pela mãe Elizandra
Anúncios

2 comentários em “Miguel, amor maior!

  1. Sinto muito por sua perda.
    Sua história é muito parecida com a minha. Eu também perdi um anjo chamado Miguel.
    Meu filho nasceu no dia 27/06/2016 de 37+4. Era um lindo meninão de bochechas rosadas. Tinha 4.050kg e 51cm. Mas Deus não lhe deu o sopro de vida.
    Vou orar por você e sua família.
    Fique com Deus.
    Abraços afetuosos,
    Thais, mãe do Miguel.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s