Ser mãe é…

Me chamo Pollyanna e tenho 25 anos.Em março do ano passado quando eu estava com 24 anos tive a confirmação de minha 1 gravidez, no momento fiquei nervosa, desesperada, estava na faculdade e trabalhando e meu companheiro estava desempregado,  contei pra ele e tentamos juntos superar, sempre tive medo de ser mãe apesar de gostar muito de crianças, e naquele momento senti muito medo, e cheguei a dizer várias vezes q n queria a criança, umas 3 semanas depois, quando finalmente aceitei a gestação e fui conversar com meu companheiro e dizer q estava feliz com o milagre  (sim pq eu estava tomando anticoncepcional ) ele me disse que eu parecia ter planejado tudo aquilo. Fiquei no chão mas superei afinal, eu estava finalmente sentindo o maior amor do mundo. Quando cheguei a 8 semana tive um sangramento e fui levada para emergência,  lá a ginecologista me atendeu e disse q estava tudo bem, q o sangramento era normal, n me passou exame nem repouso, nada.
 Quando estava com 13 semanas comecei a sentir muita dor e tive um sangramento marrom, como mãe de 1 viagem n sabia o que estava acontecendo mas fui imediatamente para a emergência,  chegando lá mais dor de cabeça pois n tinha  médico para fazer uma ultra em mim. Depois de várias discussões o médico finalmente chegou, me atendeu super mal, fez a ultra, n ligou o sonar e disse simplesmente q o coração n batia mais e q n tinha vesícula vitelina q eu tinha um aborto retido, pronto pra mim ali meu mundo acabou.( segundo o médico, meu bb estava morto a quase um mês), nunca acreditei nesse relato, afinal vi meu bb perfeito pela ultra e n tinha características de um bb de 9 semanas. Sempre mal atendida  (mesmo sendo pelo plano), fiz todos os procedimentos para retirar o meu bb, (mas algo me dizia que tudo aquilo estava errado), n sei, talvez por n querer acreditar, só chorava, após 1 dia internada, voltei pra casa, e chorando muito, mais uma vez meu companheiro me atacou, disse q a culpa era minha pois no começo tinha negado o bb, depois disso, vivo numa tristeza sem fim, queria a tudo custo ter outro, mas por recomendação médica voltei a tomar o remédio,  e em outubro tomando o remédio tive uma dor muito grande de suar frio. Fui tomar banho e no banheiro saiu de mim um material que mais parecia um bife, e junto com ele um líquido meio aguado, n saiu sangue, então,  fui  p a emergência e lá a ginecologista me falou que estava tendo outro aborto. Fiz uma ultra e o médico me disse q o bb n tinha mais q 4 semanas, morri mais um pouco esse dia, na hora encarei a noticia, mas na verdade é que dói até hoje, e não sei quanto tempo mais irá doer tanto assim. Sinto saudades, choro, me desespero, tenho uns dias bons e outros nem tanto assim, vivo a um pouco mais de um ano dividida entre o amor e o medo. O amor de poder ter logo outro e o medo de passar por tudo novamente, algumas noites vou dormir chorando e outras durmo tão rápido que nem percebo. A verdade é que eu ainda não consegui lhe dar com as perdas e com essa dor que faz um buraco no meu peito, a dor e a saudade eu sei que nunca irá passar, mas peço que seja essa dor mais branda e que me faça seguir em frente sem que eu queira morrer todos os dias. Mesmo com essa dor que toma conta de meu coração agradeço a Deus pela oportunidade que me foi dada em ser mãe e de sentir esse amor tão maravilhoso e transformador.
Anúncios

2 comentários em “Ser mãe é…

  1. Pollyana meus sentimentos passei por isso tbm duas vezes e sugiro que vc investigue a trombofilia para uma próxima gestação. Característico de abortos recorrentes. Eu fiz exames e constatou e hj tenho meu BB graças ao tratamento. Qualquer dúvida entra no grupo de apoio Tentantes e grávidas após o aborto. Lá tem lista de exames disponíveis para investigação. Sou adm do grupo. Bjs

    Curtir

  2. Boa noite Pollyanna. Sentimos muito por sua perda. Não tenha medo de viver cada dia, sabemos que não é fácil, mas olhar com amor e gratidão pra dor que viveu já é um grande passo. Estamos aqui pro que precisar. Você não está sozinha. Um forte abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s