Recomeço

Sempre sonhei em ser mãe e depois de três meses de tentativas eu consegui engravidar. A felicidade foi imensurável. Quando eu estava com 12 semanas tive dores e sangramento e percebi que algo estava errado. Já havíamos ouvido o coraçãozinho do bebê e já no hospital fiz um novo ultrassom e descobrimos que o bebê havia parado de se desenvolver com 9 semanas. Eu perdi o chão naquele momento. Recebi a notícia de forma muito cruel pois eu fiz a pergunta para o médico que fez a ultrassom no pronto socorro. “Doutor, como está o meu bebê?” e ele sem cuidado nenhum com  as palavras respondeu: “Não tem mais bebê aqui!”. Foi muito triste e doloroso os momentos que se sucederam pois eu não conseguia aceitar e o medo de ter algum problema em relação a futuras gestações me deixaram muito ansiosa e triste, Fiz a curetagem e considero que esse momento foi um dos mais difíceis da minha vida. Depois que fui para casa fui amparada pelo meu marido, familiares e amigos. Inclusive recebi a visita da amiga querida psicóloga Regiane Vilela, a qual soube me acalmar com muito carinho. Depois de alguns dias consegui me restabelecer e me enchi de esperança novamente e após dois meses da perda eu estava novamente grávida. Foi muita felicidade mas também muita preocupação e ansiedade. Os três primeiros meses não conseguimos curtir muito mas após esse período já respirávamos mais aliviados. Em 31/03/13 nasce o MATEUS, meu filho amado. Agradeço todos os dias por essa vida que veio de mim e do meu marido. Ele nos dá muitas alegrias e faz a nossa vida ter sentido. Resolvi contar a minha história pois  só quem já perdeu tem a noção da dor que é passar por esse momento. Principalmente por que algumas pessoas são muito cruéis em não dar a devida atenção a perdas desse tipo. Eu me lembro de sentir indiferenças perante a minha dor devido ao pouco tempo de gravidez em que eu perdi o bebê. Parabéns pela nobre causa que vocês estão tendo abraçando essas mamães que passam por essa triste experiência. Deixo aqui o meu forte abraço a todos  os envolvidos e a lição de que não podemos desistir nunca. E mais… Deus é maravilhoso e sabe de todas as coisas. Vamos ter fé e seguir em frente. Beijosss Elaine

Anúncios

Um comentário em “Recomeço

  1. Boa noite minha amiga Elaine. Senti muito por sua perda, fiz por você o que desejei receber quando vivi minha perda, e senti essa indiferença que você também viveu. Devemos lutar sempre é acreditar que por mais difícil que a situação se apresente não devemos olhar apenas pra dor, podemos encontrar e colocar amor nos detalhes da vida, ainda que pareça impossível. Um forte abraço!!! Obrigada por sua coragem em partilhar sua história!!! Juntas somos mais fortes mesmo…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s