Samuel, para sempre em meu coração e memória

Quero contar a história de como conheci o meu pequeno Samuel.

Foi uma gravidez linda mas com algumas dificuldades,tive crises de ansiedade no começo,passei tão mal com o calor,descobri em um mês que esperava uma menina e quatro semanas depois o médico me diz ser um menino,que confusão na minha cabeça,mais ansiedade ainda pra ter certeza do sexo,um pouco de frustração no começo,tinha me acostumado com a ideia da Ester,mas logo já amava tanto o Samuel que tudo foi passando,nos mudamos pra um lugar melhor e logo às crises de ansiedade deram lugar a doce expectativa da espera do meu terceiro amor,a rapinha do tacho ao nosso ver,os manos estavam junto nessa doce espera. Acompanhamento de perto por conta do diabetes gestacional,mas tudo ia tao bem,fiz o chá de fraldas e foi perfeito,ganhamos tantas fofuras,tanto carinho,logo já tinha tudo prontinho a sua espera.  Com 36 semanas mudança de planos,fiquei internada com ameaça de pré eclampsia mas tudo estava bem,na eco o Samuel se mexia tanto e estava tão gordinho,quatro dias de monitoramento e decidem fazer a cesárea,passamos eu e meu esposo a noite no centro obstétrico só aguardando amanhecer pra conhecermos nosso príncipe ,tenho fotos daqueles momentos ,riamos e fazíamos carinho um no outro, corações cheios de expectativas,ansiosos pra ver se pareceria comigo ou com o pai,estava tudo muito bem. Amanheceu e me chamaram enquanto ele se arrumava pra ver o parto,o primeiro dos três em que ele estaria do meu lado,estava tão feliz,em meio ao nervosismo da anestesia no meu coração só queria ver ele logo. Nasceu,chorou,veio logo pra eu ver,perfeito,ficou quietinho enquanto eu o beijava e dizia que o amava tanto,meu esposo pôde acompanhar o banho e as primeiras vacinas,filmou tudo,tirou fotinhos,ah se eu soubesse que seriam as únicas lembranças do meu pequeno,meu esposo sai enquanto vou para recuperação com ele junto comigo,amamento por uns momentos,mas a glicose baixa muito e decidem levar pra uti neo pra normalizar,mas ainda estava tudo bem. Fico ali,dolorida e sem meu pequeno,coração apertado mas isso aconteceu com o mano mais velho,era normal,logo ele estaria comigo. Vou pro quarto depois de algumas horas,lembro da ansiedade pra ver meu esposo e pedir que ele fosse na UTI ver nosso pequeno,ele chegou,procurando pelo Samuel ao meu lado,mas ele não estava,peço pra ele ir ver ele. Que aflição até ele voltar. Mas ele volta,e diz que a glicose estabilizou,mas apareceu uma anemia nos exames,volta a apertar meu coração,me lembro de só pedir a Deus que ele fosse embora comigo quando eu saísse,queria ter sido avisada,queria saber o que estava prestes a acontecer pra me preocupar com o que realmente importava,porque me lembro de pensar em tantas coisas que precisava resolver pra irmos pra casa,nunca imaginei sair de lá sem ele. No final do dia em que ele nasceu meu esposo vai a uti e vê que o Samuel está muito amarelo,volta e me diz isso,meu coração aperta mais ainda,talvez ele não saia comigo mas logo ele vai estar em casa. O amarelão é o primeiro sinal de que algo estava muito errado com nosso pequeno,precisa de transfusão de sangue,meu sangue negativo tinha produzido anticorpos e estava atacando o sangue do Samuel,ele não iria pra casa comigo,ficaria pelo menos uma semana,quinze dias,sei lá,ah seu eu soubesse que era melhor ele ficar um mês lá que fosse ao invés do que o que iria acontecer,só pedia a Deus pra ele vir embora comigo, não imaginei que precisava mesmo era pedir por um milagre. No segundo dia,a tarde vou sozinha a uti e então que o médico me diz que o caso é grave,entro desespero e ligo pro meu esposo que logo volta pra lá comigo,me lembro bem de como foi estranho aquele dia,me sentia estranha, não sabia mas logo  arrancariam um pedaço de mim. As três da manhã teríamos o resultado da transfusão,se estavam funcionando,meu esposo vai dormir um pouco,e eu não consigo dormir,inquieta. As 2 h da manhã nos chamam na UTI, os dois juntos,senti que ali tinha algo muito errado,me lembro de caminhar meio correndo, não sentia nada no corte da cesárea,precisava ver meu pequeno logo,mas só pensava que já era tarde demais.  Chegamos lá e a pediatra estava ao seu lado,ainda respirava mas não estava nada bem,seus bracos e perninhas imóveis,estava ali só pelos aparelhos e medicações mas seu coração lutava,passamos uma hora olhando pras máquinas e implorando a Deus pela vida dele,ate que seu coração começa a dar sinais que não não vai resistir,nos pedem pra sair um pouco enquanto  tentam estabilizar,saio gritando de lá,meu filho estava perdendo sua vidinha,meu Deus que desespero,me senti a ponto de enlouquecer por um momento mas preciso voltar a mim,nos chamam de volta,e realmente ele não resistiu,desabo,acabou, não tenho o que fazer,tinha perdido um pedaço de mim,uma pessoinha que viveu 36 semanas dentro de mim,2 dias aqui conosco e vai viver pra sempre na minha memória e no meu coração. Tenho que voltar pra casa,pro meu bem meu esposo decide que não devo mexer nas coisinhas dele,ele precisou ir em casa pegar documentos pra fazer o que era necessário no hospital e disse que foi quase insuportável entrar lá e que não me faria bem,peco pra minha mãe e minha cunhada tirarem tudo com todo carinho e cuidado,e realmente acho que foi melhor, só chegar em casa já foi doloroso demais,ainda não consegui mexer nas coisinhas dele,espero conseguir em breve. Hoje depois de 24 dias que ele nasceu passo alguns dias bem e outros nem tanto,hoje foi um dia difícil demais. Tiro forças pra levantar de onde não tenho por causa dos meus filhos e marido. Sei que eles precisam de mim. Hoje também sonho em engravidar novamente,por mais difícil que seja creio num milagre na minha vida. Nada vai substituir o meu Samuel,mas preciso de alguém pequenino pra eu cuidar e fazer tudo que que tinha planejado e sonhado fazer com o Samuel. Não existia na minha cabeça um futuro em que ele não estivesse e essa é uma realidade muito dura de encarar a cada dia. Nossos dias seriam juntinhos,quando os manos saíssem pra escola ficaríamos só nos dois,e penso tanto nisso. É dolorido demais.
Depoimento enviado pela mãe Julieine
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s