Mirella – Meu mar luminoso

 

Quando descobri que estava grávida novamente em Agosto de 2015, foi a maior felicidade da minha vida. Logo todas as pessoas que eram mais próximas ficaram sabendo e eu dividia com elas essa felicidade. Era muito bom falar de você, sentia uma felicidade tão imensa que não cabia no meu peito, passava horas vendo coisas de bebê na Internet, pesquisando , vendo fotos e quartos de bebe, tudo o que eu queria fazer pra você. Quando descobri que você era uma menina, eu queria sair do consultório do médico  gritando pra todo mundo ouvir que a minha Mirella estava vindo, na minha casa foi a maior felicidade,  seu pai, minha mãe, seu irmão, seus tios e principalmente sua madrinha ficaram muito ansiosos com a sua chegada . Pensava eu, agora sim, tenho um casal de filhos e minha família está completa.  Doce ilusão.

A gravidez foi avançando sem intercorrências, seu Baby Chá foi feito e faltava pouco pra você chegar. Eu contava os dias, queria muito te ter em meus braços,  sentir seu cheirinho, já estava tudo arrumado pra sua chegada.
No dia 12 de Março de 2016 comecei a sentir contrações, que foram aumentando durante o dia, quando fui para o médico já tarde da noite descobri que você estava vindo, senti frio, medo, preocupação,  felicidade.  Queria muito te ver. Eis que na madrugada dia dia 13 de Março, no domingo às 5:00 da manhã ouvi seu chorinho, era fraquinho mais alto e no meio daquilo tudo te trouxeram  pra eu te conhecer.  Você foi a coisa mais linda que eu tinha visto na vida,  tinha todos os traços do seu irmão em um rosto feminino, me apaixonei por ti , senti uma sensação inexplicável,  mais logo te levaram de mim, você precisava de cuidados intensivos.
Voltar pra casa  sem você  foi doído, contava as horas  todos os dias pra ver você,  Era a única hora do dia que eu me sentia feliz. É assim foi por longo 12 dias,  no último dia de sua vida você foi piorando e no fim da noite você me deixou.  Quando fiquei sabendo que você tinha ido morar com Deus eu cai em desespero, não aceitava e não aceito de jeito nenhum de você ter me deixado, logo você que foi tão esperada por todos.  Meu mundo caiu quando te vi ali sem vida  em uma encubadora de uti, só Deus sabe o.tamanho da ferida  que está em meu peito,  o que me conforma e saber e ter certeza de que você está bem, sem dor alguma e que olha por mim. Sei que terei sempre um anjo extra pra me ajudar.
Já se passou 1 mês desde que se foi,  a saudade e imensa, seu quartinho ainda está do jeito que eu deixei pra te esperar,  mais o meu amor em Deus e a certeza de que sua passagem não foi em vão e que me faz seguir e tentar  viver . Sei que um dia nos reencontramos  Mirella, meu mar luminoso.

Relato da mãe Andrea Santos

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s