Cronossomo do amor

Meu nome é Daniela.
Sem dúvida alguma posso dizer que os anos de 2015 e 2016 foram os mais marcantes de minha vida.
 No início de 2015 eu e meu marido decidimos ter nosso primeiro filho. No início de agosto descobrimos que estávamos grávidos. A família inteira se encheu de um amor indescritível!
Primeiro ultrassom, ouvir o som do seu coraçãozinho! Eu e meu marido ficamos radiantes!
Mas a partir do segundo ultrassom começaram as preocupações e a nossa luta. O exame da translucência nucal apresentou uma alteração. Antes do exame eu já havia feito várias pesquisas e sabia que isso poderia não ser nada, mas poderia indicar alguma má formação ou síndrome. Eu mantinha a esperança de que tudo daria certo, mas a preocupação desde então não saiu mais da minha cabeça.
Os dias de exame eram uma tortura. No dia que confirmamos que era nosso menino, nosso Igor, a alegria se misturou ao desespero. A médica disse que nosso menino tinha líquido nos dois pulmões.
Minha obstetra disse que era mais um indicativo de má formação cardíaca. No laudo também pedia para investigar infecção congênita. Minha médica disse para eu me preparar porque diante de todas as alterações que os exames demonstravam havia a possibilidade do meu bebê não nascer.
Saí do consultório decidida a fazer uma amniocentese, pois a minha vontade era descobrir o que tinha meu bebê e ajudá-lo, se possível. Quando entrei no carro eu caí em prantos. Nunca havia chorado tanto em minha vida. Um choro sentido, doído!
Fiz a amniocentese e no ultrassom 4D vimos o rostinho do Igor. Tão perfeito! Foi tão emocionante. Todos me perguntaram se o exame foi dolorido e eu digo que a dor era na minha alma. Saber que meu bebê não estava bem e eu impotente! Sem poder fazer nada!
Dias depois fiz o ultrassom morfológico. A médica disse que o coração dele estava perfeito! Mas o laudo informava que havia sinais maiores e menores para alguma cromossomopatia. O meu maior temor era uma má formação cardíaca e saber que o seu coração estava perfeito me deixou muito feliz!
Quase um mês depois saiu o resultado da amniocentese, o Igor tinha Síndrome de Down. No momento foi um choque, mas explicou muita coisa.
Mas diante de tudo o que eu havia passado isso não era nada! O Igor já era tão amado por tanta gente!
Eu só pensava em me preparar para ajudá-lo a se desenvolver! Eu estava disposta a mover o mundo para ajudá-lo a realizar os seus sonhos!
Dia 31 de Dezembro não me senti muito bem, mas nada preocupante. Mesmo assim meu marido sugeriu que fôssemos ao médico. Ao me examinar, o médico pediu alguns exames e um novo ultrassom porque achou minha barriga muito grande para 27 semanas.
No ultrassom verificaram que os batimentos do coração do Igor estavam baixos e eu estava com excesso de líquido amniótico. Fiquei em choque porque não havia passado nem 2 semanas desde o último ultrassom e nada indicava este tipo de alteração. Mas tiveram que fazer o meu parto de urgência.
O Igor veio ao mundo no dia 31 perto das 23 horas, pesando 1,225 kg.
Pude ver meu anjinho somente no dia seguinte, no dia 01 de Janeiro. Estava lutando pela vida! Mas no final do dia não resistiu. Só então pude segurá-lo em meus braços. Ele se foi e com ele um pedaço meu!
Senti uma dor que não dá para descrever. Senti uma revolta enorme!
Eu queria muito tê-lo aqui comigo, mas Deus sempre faz o melhor! Hoje tento acreditar nisso todos os dias!
O Igor esteve comigo por quase 7 meses e foi muito amado! Sei que ele também sentia isso.
Hoje, dia 21 de março, é o dia Mundial da Síndrome de Down. Antes do Igor jamais pensei como a Síndrome pode afetar a vida das famílias. Mas comecei a estudar, a ver documentários, reportagens, e vejo que as famílias são afetadas pelo amor extremo destas crianças.
Depoimento enviado pela mãe Daniela Rodrigues da Silva
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s