Meus anjos e minhas bebes arco iris

Caros companheiros,
Quando descobri da criação do grupo no face, fiquei muito emocionada, naquele momento me transportei ao passado e me lembrei de todo o caminho que caminhei para chegar até aqui, foi uma luta árdua, muito sofrimento e muita fé em Deus, eu e meu marido tínhamos um objetivo claro de formar uma família e nos casamos cedo para  constituir a nossa família, eu tinha 20 anos e ele 28.
Casei-me em dezembro de 1994 e em março de 1995 já estava grávida do nosso primeiro filho, um bebe muito amado, muito desejado e muito planejado, era a realização do nosso sonho…. Era o primeiro bebê das duas famílias….. A gravidez corria muito bem, com 20 anos era bem difícil ter intercorrências, ele nasceria em outubro e já havíamos comprado o enxoval, fralda, berço, carrinho, tudo pronto para a chegado do nosso príncipe Frederico. Num domingo à noite me senti indisposta e comecei a sentir muita dor, o médico me receitou um remédio para dor e a dor só aumentava, fui para o hospital e meu filho nasceu naturalmente menos de 2 horas depois, era dia 24 de julho de 1995, dia esse que nunca sairá da minha cabeça. Ele nasceu prematuro, com um bom peso 1,2 kg, com 28 semanas, porém teve a saúde agravada por uma circular de cordão. Na tarde do mesmo dia 24 fui visitar meu filho na UTI e fui informada da gravidade do seu quadro, me preocupei dele não ter sido batizado e fiz um batismo de intenção que é permitido em casos graves, menos de 1 hora depois ele veio a óbito. Naquele momento meu chão se abriu e eu só queria sair dali, ir embora, sumir, mas não tinha tido alta e permaneci internada naquele dia. o corpo foi encaminhado para necropsia e só depois foi enterrado, não compareci ao enterro do meu filho porque não tive condições, mas meu marido disse que aquele caixaozinho branco tinha levado uma parte dele junto. um momento muito difícil, mas como jovem, logo engravidei novamente, uma vez que os médicos garantiram que tinha sido um caso isolado e não aconteceria de novo.
No dia 10 de fevereiro de 1996, já com 24 semanas de gestação, após ter sido liberada pelo médico para passar o carnaval em São Pedro da Aldeia, comecei a passar mal e fui para o hospital, com muita dor é muito medo. Chegando lá o médico me examinou e passou um buscopan para a dor, falou que estava tudo bem, eu sabia que não estava tudo bem….. ainda no hospital comecei a sangrar….. Meu chão se abriu novamente…. Algo me dizia que estava perdendo a minha filha. Fui encaminhada para o ultrassom e a médica que fez o exame me deu o seguinte diagnóstico:
Você tem um problema bem incomum, sofre de incompetência instimo cervical, seu colo do útero já está aberto e o saco gestacional já está no canal cervical, não dá para reverter esse parto vai ter que ser induzido.
O médico plantonista veio me atender, me informou que induziria meu parto, que embora meu bebe estivesse saudável não teria condições de sobreviver, que ele nada faria para salvá-la, pedi que como ela estava bem no ultrassom que chamasse um pediatra e encaminhasse para a Uti no hospital vizinho. Ele disse que não gastaria procedimento com ela e que eu era nova e que teria outros filhos, desde que fizesse a cerclagem. Me senti muito mal com isso, até hoje me lembro das palavras do médico e das cenas do parto e da minha menina desfalecida na minha frente e eu impotente sem poder reclamar, naquele dia vi meu sonho ir embora pela segunda vez e meu marido entrar em choque…. Ele não queria enterrar a Maria Clara longe do irmão e não se conformava de enterrá-la como natimorta junto com braços e pernas, de novo não fui ao enterro da minha filha, essa dor só ele passou de novo.
Como recomeçar aos 21 anos e com toda essa dor…. Todas as crianças que eu via me faziam chorar. Como não sofrer essa dor tão aguda. Foram meses de terapia e orações. Em dezembro do mesmo ano fiquei grávida novamente, procurei o médico que me atendeu no primeiro parto, contei a ele minha história toda e ele não me perguntou nada, apenas me encorajou e disse dessa vez vai dar certo…. Fiz a cerclagem em março de 1997 e em agosto, com 37 semanas e 4 dias nasceu por cesárea a minha querida filha Giovanna Rita, menina linda, com dons artísticos importantes e com muitos sonhos, hoje ela tem 18 anos e nos enche de orgulho com sua arte, atualmente é estudante de arquitetura e desenho artístico, uma benção em nossas vidas.
Em outubro de 1998 engravidei novamente, feliz de poder receber um lindo bebê novamente, com 9 semanas tive descolamento do saco gestacional e precisei de repouso até a cerclagem que aconteceu no dia 30/12 daquele mesmo ano, tive medo de perdê-la, tive medo de não ter minha filha nos braços, a gravidez correu bem, mas com algumas intercorrências, Beatriz veio ao mundo saudável no dia 3/7/1999. Nos primeiros dias apresentou uma severa ictericia que a levou para a UTI neonatal, voltei para casa sem ela, e a pior Sensação é ver os olhos da Giovanna e ela perguntando aonde estava a irmã ? Porque você deixou ela lá ? Mas graças a Deus em alguns dias ela estava em casa ao nosso lado, cresceu e hoje tem 16 anos e cursa o 3 ano do ensino médio, quer ser médica e para isso estuda muito…..Beatriz é uma linda menina, com um coração de ouro, amiga,
Companheira, amante de música e cinema,
Tenho muito orgulho de ser mãe delas, e vejo que todo o sacrifício e toda a tristeza valeram a pena pela chegada dessas duas meninas. Um filho não substituiu outro…. Até hoje me pego pensando como seria minha vida se eles estivessem aqui comigo..:: mas Deus reservou para eles um lugar muito bom e de lá eles estão nos acompanhando, sabendo que foram amados. Um dia resolvi contar para as meninas essa história, que faz parte da trajetória delas também, foi importante para mim, e saber que antes delas tiveram 2 irmãos que estão no céu, foi bem difícil de contar…. Espero que minha história sirva de exemplo para as mães que passam por situações como a que eu passei. Deus na fortalece… Confia e vai dar tudo certo….
Beijos
Camila ( mãe do Frederico, da Maria Clara, da Giovanna Rita e da Beatriz)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s